Para quantificar e compensar o impacto ambiental das atividades realizadas durante a Copa do Mundo da FIFA, a Prefeitura de Salvador, através do Escritório Municipal da Copa (Ecopa), em parceria com a consultoria na área ambiental Eccaplan e o portal EcoDesenvolvimento, criaram uma calculadora especial para incentivar os participantes do Mundial a calcularem as emissões de carbono geradas por eles para chegarem ao evento. A proposta é que as pessoas compensem o que foi emitido apoiando projetos socioambientais brasileiros certificados do Programa Evento Neutro (www.eventoneutro.com.br).

O relatório da Pegada de Carbono da Copa do Mundo no Brasil - 2014 FIFA World CupBrazilCarbonFootprint -, estima uma emissão total de 2,7 milhões de toneladas de CO2eq, desde a preparação até as Copas das Confederação e do Mundo. As atividades relacionadas a esta última etapa, representam, isoladamente, 90,8% das emissões totais. Em São Paulo, a calculadora de emissão foi adotada pelos organizadores da FIFA FanFest São Paulo.

Na avaliação do Secretário do Escritório Municipal da Copa (Ecopa), Isaac Edington, este é um número bastante alto, que pode ser comparado a emissões de carbono de uma grande capital. Ele cita, por exemplo, que Curitiba emite quantidade similar, mas num período mais longo, de aproximadamente 9 meses de atividades.

Na prática, a compensação poderá ser realizada com a compra de créditos de carbono de projetos ambientais certificados e auditados, a exemplo do Projeto Florestal Santa Maria que promove a redução de emissões de carbono através da preservação e manutenção da reserva florestal e é certificado FSC e verificado pela Rainforets Alliance. Este mecanismo faz com que as florestas tenham mais valor em pé do que derrubadas, criando um valor financeiro para o carbono armazenado nas árvores, e contribui para a importante redução de emissão dos gases de efeito estufa, assim como o compromisso de preservação e perpetuação da floresta e sua biodiversidade.

O presidente da Eccaplan, Fernando Beltrame, observa que essa iniciativa reforça o comprometimento da Prefeitura de Salvador com o desenvolvimento sustentável e a preservação do meio ambiente. E lembra que a criação de uma lei nacional de pagamentos por serviços ambientais, que instituirá o princípio do “poluidor-pagador e protetor-recebedor”, está a caminho.

Sobre as Calculadoras de Emissões de Carbono: 
Calculadora da Copa do Mundo da FIFA 2014 Salvador
http://copasalvador.eccaplan.com.br/

 

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608