Convidados pelo gestor do Escritório Municipal da Copa do Mundo da FIFA (Ecopa), Leonel Leal, estudantes das escolas Alexandre Leal Costa e Vivaldo da Costa Lima, localizadas no Pelourinho, e Amélia Rodrigues, no Dique do Tororó, participantes do projeto “Conhecendo minha Cidade” estiveram nesta quarta-feira (30) no Centro de Visitação da Arena Fonte Nova, localizado próximo à antiga Tribuna de Honra do estádio.

 

O grupo foi composto por alunos com idade entre 14 e 16 anos, que cursam entre o 6° e o 9° ano do ensino fundamental. Durante o passeio, eles puderam conhecer momentos importantes da história do antigo estádio da Fonte Nova, vídeos sobre os impactos sociais positivos causados pela construção da nova Arena, bem como observar sua construção através do mirante e conferir em uma maquete e um vídeo que mostram como ficará o espaço depois de pronto.

 

O projeto “Conhecendo Minha Cidade” é resultado da parceria entre a Secretaria Municipal da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult) e a Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav-Ba) e visa qualificar jovens como monitores para o turismo. “A iniciativa possibilita aos jovens reconhecer o patrimônio da cidade e despertar o sentimento de pertencimento. Aos poucos, eles vão mudando de atitude e aprendendo a valorizar e preservar os espaços públicos e privados”, destacou a coordenadora pedagógica do projeto, Gleide Macedo.

 

Os resultados já podem ser percebidos na mudança de postura dos estudantes, que conseguem lidar de forma mais confiante com o público em geral. “O curso desperta o nosso lado positivo. Se alguém perguntar, a gente poderá ensinar sobre a nossa origem, a nossa história e nossa cultura”, afirmou Isis Lopes, aluna do 8° ano da escola Alexandre Leal Costa.

 

Já o estudante do 6° ano da escola Amélia Rodrigues, Alex Vitor, mostrou a satisfação em conhecer o Centro de Visitação da Arena Fonte Nova. “É bom ver as pessoas trabalhando para construir a Arena e saber das coisas que irão acontecer quando ela estiver pronta. Eu vou gostar de ver o meu Bahia jogar aqui”, comentou o estudante.

 

O projeto iniciou em março e será finalizado em junho próximo. Para o Ecopa, a ação contribui para envolver a sociedade, especialmente os jovens, que poderão, a partir da preparação da cidade para receber os megaeventos esportivos, se beneficiar com ações de qualificação e melhores possibilidades de ingressar no mercado de trabalho. "Esse é mais um passo na concretização do objetivo de envolver toda Salvador na preparação para a Copa do Mundo. Quanto mais pessoas tiverem envolvidas neste processo, melhor resultado teremos nos megaeventos esportivos", disse Leonel Leal, gestor do Ecopa. "E agora que sabemos que a seleção brasileira jogará aqui em Salvador, na Copa das Confederações, esperamos que o envolvimento da sociedade com os Jogos seja ainda maior", lembrou o gestor.

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608