Campeões do mundo, os jogadores da Seleção Alemã vão levar um pouco do Brasil no retorno para a Europa. Com a conquista da Copa 2014, eles aproveitaram para mostrar um pouco do carinho que têm pelo país e celebraram fazendo uma dança inspirada nos rituais dos índios pataxó, que aprenderam em Santa Cruz Cabrália, no sul da Bahia, ao redor da cobiçada taça.

A casa da Alemanha nesta Copa do Mundo foi Santa Cruz Cabrália e lá, no sul da Bahia, os alemães conheceram um pouco da cultura indígena. O carisma dos jogadores conquistou os índios e os atletas foram conquistados pela recepção calorosa. Klose celebrou seus 36 anos de vida dançando com os índios, no primeiro contato alemão com a tribo local. De lá para cá, o contato ficou cada vez mais próximo, até a despedida, na última sexta-feira. A dança é uma forma de agradecimento, já que os próprios índios haviam prometido fazer um ritual pelo título alemão antes da final contra a Argentina.

 

iBahia

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608