Rufaram os tambores do Pracatum no Farol da Barra. Os capoeiristas e as baianas de acarajé também saudaram o mais novo hóspede da capital baiana. A festa da vez foi a cerimônia de lançamento do Mascote da Copa do Mundo da FIFA 2014™ em um dos principais pontos turísticos de Salvador.

 

A instalação do boneco inflável de sete metros foi promovida pelo Governo da Bahia, através da Secretaria Estadual para Assuntos da Copa (Secopa), da Prefeitura de Salvador, através do Escritório Municipal da Copa (Ecopa), e da Coca-Cola, uma das empresas patrocinadoras do Mundial no Brasil. No início da cerimônia, autoridades estaduais e municipais participaram da votação para o nome do mascote, que ainda não foi batizado. Eles escolheram entre as opções, Amijubi, Fuleco e Zuzeco. O nome oficial só será divulgado nacionalmente no dia 25 de novembro.

 

Para o ex-jogador e Embaixador de Salvador para a Copa do Mundo, Edilson, iniciativas como estas criam o clima da Copa no país. “Aqui em Salvador, a presença do mascote na Barra, disponível para que as pessoas possam fotografar, mostra que a Copa do Mundo já está aí. Isso cria uma expectativa nos torcedores que passam de carro, de ônibus e vêem o boneco. Eles o associam ao evento e buscam se qualificar ainda mais”, afirmou.

 

O impacto positivo nos soteropolitanos inspirou a Coca-Cola a trazer o mascote do tatu-bola para a cidade. “Nossa intenção é promover uma experiência memorável para a população. A vinda do mascote concretiza a proximidade da Copa”, declarou a gerente de Marketing da Coca-Cola na Bahia, Dirlene Barros. Isso pôde ser percebido até pelos turistas que passeavam no entorno do Farol da Barra, a exemplo do gaúcho Álvaro Bertoncello. “É importante trazer o mascote dois anos antes da Copa, ele embeleza ainda mais Salvador e chama o povo para o evento e as pessoas ficam na espera para esse grande momento, que é a Copa”, pontuou o turista.

 

O boneco inflável irá permanecer em Salvador até dezembro deste ano. Ele também deve ser levado para outros locais da cidade, que ainda vão ser divulgados.

 

Tatu-bola, o Mascote da Copa do Mundo da FIFA

 

O tatu-bola (tolypeutes tricinctus) foi lançado oficialmente no dia 16 de setembro, com transmissão em rede nacional. Entre os motivos para a escolha do animal como mascote da Copa de 2014 estão o fato de ser uma espécie tipicamente brasileira e também por estar entre os animais que correm risco de extinção. A identificação do público com o animal que vai representar o evento é fundamental, por isso todas as doze cidades-sede receberam um exemplar inflável do mascote

 

 No entanto, o tatu-bola ainda não foi batizado, seu nome está sendo submetido à votação da população, através da promoção do grupo Coca-cola “O Mascote é Nosso”. As opções de nomes são: Amijubi, junção das palavras amizade e júbilo; Fuleco, a mistura dos termos futebol e ecologia e Zuzeco, que junta à palavra azul à ecologia. A população pode ajudar na escolha acessando o site do mascote (www.mascot.fifa.com), o site da promoção (www.futebol.cocacola.com.br), a fanpage da Coca-Cola (www.facebook.com/coca-cola) ou via SMS para o número 22043, até o dia 19 de novembro. Os participantes concorrerão a oito pares de ingressos para o Camarote do Mascote em dois jogos do Brasil na primeira fase, em Brasília e Fortaleza. Também serão sorteados cinco mil pelúcias oficiais do mascote.

 

“As ações da Coca-Cola tem como objetivo amplificar a divulgação do Mascote da Copa do Mundo da FIFA 2014TM e estreitar ainda mais o relacionamento da Coca-Cola com os brasileiros. Proporcionar a alguns brasileiros o privilégio de estar no inédito Camarote do Mascote é uma forma de a Coca-Cola Brasil agradecer a todos aqueles que contribuíram com a brasilidade desse ícone”, diz Luciana Feres, Diretora de Marketing da marca Coca-Cola no Brasil.

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608