Artesãos, produtores, ambulantes, baianas de acarajé e demais profissionais que atuam como micro e pequenos empreendedores em Salvador passarão a contar com um serviço específico para a categoria. O Centro do Empreendedor Municipal (CEM), idealizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Turismo e Cultura (Sedes), foi lançado nesta quinta-feira (2), no Centro Cultural da Câmara, e prevê ações para a formalização de empregos e empresas, capacitação, articulação para linha de crédito e o fomento do empreendedorismo na cidade.

 

O pontapé inicial para a iniciativa foi a assinatura do convênio entre a Prefeitura do Salvador e o governo federal, através do Ministério do Turismo, para o oferecimento de 1,3 mil vagas do curso de inglês, dentro do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec - Copa). As pré-inscrições estarão abertas a partir do dia 13 de maio e, dentre os requisitos, os interessados deverão ser membros de alguma associação que represente o ramo de atuação.

 

De acordo com o secretário da Sedes, Guilherme Bellintani, este é o primeiro programa desenvolvido pela pasta que começa a sair do papel. "O CEM pretende ser um  programa que estimule e desenvolva novos setores em Salvador. Para isso, estamos estabelecendo uma parceria com órgãos internos e externos à Prefeitura, além dos setores público e privado", ressaltou.

 

O prefeito ACM Neto destacou que o CEM deverá ser "um condão que vai buscar a formalização e a capacitação dos profissionais, ampliando o leque de atuação do empreendedor. A ação vai ajudar, também, a diminuir a grande informalidade existente no mercado de trabalho na cidade".

 

Para o secretário nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Fábio Mota, Salvador não poderia ficar de fora do extenso calendário de eventos que o Brasil receberá nos próximos anos, e que poderá contar com a colaboração do Ministério do Turismo para capacitação e demais ações voltadas para a melhoria do setor na cidade. "Além do Pronatec Copa, devemos disponibilizar também o Pronatec Empresa, para capacitação dentro das empresas. Além disso, estamos disponibilizando R$16 milhões em recursos para a nova Orla de Salvador, além da reforma do mercado de Itapuã e sinalização turística, dentre outras ações", listou.

 

 

           

Funcionamento

O primeiro posto do Centro do Empreendedor Municipal deverá ser inaugurado em agosto deste ano, no Shopping J.J. Center, na Barroquinha. No local, o profissional deverá encontrar serviços oferecidos por diversos órgãos, como a Sucom, Saltur, Sefaz Municipal, Procon e Ibametro. Uma das facilidades, por exemplo, é a desburocratização no licenciamento de eventos.

 

"É um serviço que deverá atuar em quatro eixos, que são a Formalização/Capacitação, Financiamento/Crédito, Facilitação e Fomento, com órgãos parceiros em cada um desses eixos para auxiliar o empreendedor", explicou Bellintani. Além disso, está sendo desenvolvido pela Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel) o Mapa do Empreendedor de Salvador, que visa reunir informações estratégicas sobre como o setor está sendo desenvolvido na capital baiana.

Fonte: Agecom 

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608