O toque forte do Olodum, a ginga firme da capoeira e a energia contagiante das baianas anunciaram na manhã desta sexta-feira, 16, que Salvador já está no ritmo da Copa do Mundo da FIFA 2104. “O município e o governo do Estado estão caminhado de mãos dadas para preparar Salvador para sediar eventos da Copa do Mundo, temos todos os mesmos objetivos e queremos não apenas realizar um grande evento, mas principalmente, deixar legados físicos, institucionais e sociais para nossa população”, destacou o Prefeito João Henrique durante a solenidade de lançamento do relógio regressivo para a Copa do Mundo de 2014, no Dique do Tororó.


A partir desde 16 de outubro, que corresponde exatamente ao milésimo dia antes da Copa do Mundo, Salvador começou a contagem regressiva para a realização do evento. O relógio regressivo, acionado hoje, não poderia ser diferente: tem formato de berimbau, ou melhor, berimbola, uma mistura de berimbau com bola de futebol que já está virando uma marca da cidade na Copa.


O Prefeito João Henrique participou do acionamento do relógio regressivo ao lado do vice-governador Otto Alencar, representando o governado do Estado Jaques Wagner, e do Secretário Estadual da Copa, Ney Campelo, e do gestor do Escritório Municipal da Copa (Ecopa), Leonel Leal.

Protocolo de intenções – Após a festividade no Dique do Tororó, a celebração continuou na Faculdade de Medicina do Pelourinho, com a assinatura do Protocolo de Intenções pelo Prefeito João Henrique e Ney Campelo, além de representantes da sociedade civil, do trade turístico, da imprensa e de instituições voltadas para a capacitação do profissional. O Terreiro de Jesus reuniu grupos de afoxé, percussivos, de capoeira, atletas juvenis e baianas em um única intenção: a união de todos para a realização da Copa do Mundo da FIFA de 2014.

O objetivo do protocolo é a união de esforços entre as instituições, preparando a cidade para as competições, a partir da realização de ações e projetos que promovam a sustentabilidade, a inclusão social, a valorização da matriz africana da cidade e o desenvolvimento econômico e social da população. “Salvador está vivendo um momento único, inesquecível”, comentou o Prefeito. “Estamos dando o pontapé inicial para os preparativos de forma sistêmica entre os governos, terceiro setor e entidades civis, celebrando a interação total para a promoção do sucesso dos eventos esportivos que serão realizados aqui em Salvador, durante a Copa do Mundo, em 2014”, concluiu João Henrique, solicitando mais agilidade aos órgãos de fiscalização e controle. “Eu peço aos órgãos de controle que tenham mais flexibilidade, compromisso e responsabilidade”, conlcuiu.


Em nome do governador, o secretário Ney Campelo observou que nesta sexta-feira, Salvador chama a atenção do mundo para sua potencialidade receptiva e agilidade e competência para a realização de grandes eventos. “Estamos assumindo um compromisso com a sociedade para realizarmos todas as demandas para preparar a cidade para a Copa do Mundo de 2014”, afirmou Campelo.


Do mesmo modo, o gestor do Ecopa observa que a Copa em Salvador deve ter um sentido de paz e de tolerância, reafirmando seu caráter multicultural da cidade. Além disso, Leonel Leal falou da motivação para o trabalho, capacitação profissional e das construções coletivas que fomentam a dinâmica da cidade. “Toda a Prefeitura tem trabalhado e todos devemos trabalhar para fazer da Copa do Mundo o maior evento de Salvador e que possamos tirar o maior proveito para a cidade”, comentou Leal.

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608