Nesta segunda-feira (24/6), as 12 sedes da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 tiveram a chance de mostrar a representantes da imprensa seus projetos, peculiaridades e algumas das delícias gastronômicas com que esperam encantar milhares de torcedores que virão ao país no ano que vem. No Maracanã, autoridades locais de Brasília, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e  São Paulo tiveram contato com jornalistas brasileiros e estrangeiros e aproveitaram a oportunidade para trocar experiências entre si.

O evento contou com a presença do secretário geral da FIFA, Jérôme Valcke, do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, do secretário executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes, do diretor de Comunicação da FIFA, Walter De Gregorio, e do CEO do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, Ricardo Trade. Pela manhã, eles participaram de uma coletiva de imprensa em que fizeram um balanço sobre a primeira fase da Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013.

Sede da partida de abertura da Copa do Mundo da FIFA, no dia 12 de junho de 2014, São Paulo foi representada pelo secretário de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Julio Semeghini. Ele ressaltou a importância do evento para o intercâmbio entre as cidades:

"Esta foi uma ótima oportunidade para apresentar à imprensa internacional a infraestrutura de São Paulo e mostrar os investimentos que o Estado recebe atualmente. Falamos do potencial turístico que pretendemos desenvolver junto com a realização da Copa do Mundo, além dos nossos esforços em receber diversas seleções em nossos Centros de Treinamento, na capital, no litoral e no interior."

“Projetos como esse são sempre coroados de êxito. Essa iniciativa do COL e da FIFA em reunir as 12 cidades permite que a imprensa faça uma pequena degustação do que vai encontrar na Copa do Mundo. E foi uma oportunidade excelente para o intercâmbio de informação entre as sedes”, disse o diretor vice-presidente da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), Alexandre Mulatinho.

Por ter sido uma das sedes da Copa das Confederações ao lado de Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador, Brasília compartilhou sua experiência com as demais sedes da Copa do Mundo da FIFA, fato considerado importantíssimo por Nelson Souza, da Coordenadoria de Comunicação do Governo do Distrito Federal:

“Conversei aqui com o secretário extraordinário para a Copa do Mundo do Governo do Mato Grosso, o Maurício Guimarães, e sugeri marcarmos um encontro para passarmos para a Cuiabá nossa vivência com a Copa das Confederações da FIFA. Nós já temos alguma experiência e podemos dividí-la. Acho extremamente importante a integração entre as cidades.”

O secretário Estadual de Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, Kalil Sehbe, ressaltou a importância do contato direto com a imprensa para que as cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 informem corretamente o andamento da preparação de cada uma delas e divulguem seus planos para receber os torcedores. Segundo ele, a competição é também uma oportunidade para o desenvolvimento econômico dos estados e cidades:

“ A Copa do Mundo precisa ser vista também como uma oportunidade de negócios. A região Sul é a porta de entrada do Mercosul para o Brasil. Então estamos aproveitando para mostrar toda a potencialidade do Rio Grande do Sul. Um evento como a Copa do Mundo nos abre oportunidades para falarmos com o mundo.

Cercada pela Floresta Amazônica e margeada pelo Rio Amazonas, Manaus se prepara para receber turistas ansiosos em explorar os sabores desta rica região brasileira.

“Estamos trabalhando para fortalecer a cultura gastronômica de Manaus. A cidade ainda é pouco conhecida internacionalmente pelos pratos que oferece com base nos peixes da Amazônia. Mas, desde 2011, houve um processo de amadurecimento dos restaurantes locais, que começaram a valorizar os pratos regionais nos seus cardápios. Isso gerou um mercado novo para os chefs, que passaram a querer criar pratos com os peixes regionais”, disse o coodenador da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP Copa), Miguel Capobianco. 

 Assim como Manaus, Cuiabá também quer aproveitar a Copa do Mundo para divulgar suas belezas naturais e delícias gastronômicas:

“Por causa do Pantanal temos um meio ambiente riquíssimo. Quem for nos visitar durante a Copa do Mundo verá paisagens lindíssimas e poderá degustar pratos deliciosos feitos com os peixes da região”.

 Já a outra representante do sul do Brasil, Curitiba, se prepara para deixar para a população um legado que vai muito além de um novo estádio. A capital paranaense investe em melhorias na mobilidade urbana, na revitalização do centro histórico e quer se consolidar ainda mais como uma cidade voltada ao turismo de negócios.

“Durante a Copa do Mundo vamos acolher todos os visitantes com muito profissionalismo e simpatia, oferecendo infraestrutura para o turismo, boa comida e muitas atrações culturais”, disse o secretário de Estado do Turismo, Mario Celso Cunha.

 

Fonte: FIFA.com

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608