Neste domingo (30/06), Salvador encerrou a sua participação na Copa das Confederações da FIFA. A cidade, que recebeu as seleções do Brasil, Itália, Nigéria e Uruguai, teve a oportunidade de sediar um evento de grande porte com profissionalismo e organização.

 

“Eu vim assistir dois jogos da Copa das Confederações, a arena está ótima! Elogiou o empresário Iolando Costa, que foi ao jogo utilizando um dos estacionamentos definidos pela Superintendência de Trânsito e Transporte (Transalvador) e uma linha de ônibus shuttle para chegar ao estádio. Esta foi também a forma que o instrumentista Wando Oliveira escolheu para assistir o jogo. “O serviço de transporte está excelente! O pós-evento vai ser ótimo para a cidade”, declarou.

 

Um evento como esse, de grande porte, que tem repercussão em todo mundo, traz impactos positivos na cidade. Foi o que o servidor público brasiliense, Nivan Borges, destacou. “Eventos de alcance mundial ajuda na divulgação de cidades como Brasília e Salvador, que foram sedes da Copa das Confederações”.

 

Para os voluntários, a experiência também foi inesquecível. Natural de Guatemala, Jasmin Canel, 24, explicou: “A experiência é muito boa, eu tive a oportunidade de conhecer outro lugar. No início, eu queria trabalhar no Rio de Janeiro, mas fui escalada para Salvador. Gostei muito da cidade, principalmente das praias e das pessoas, que são muito amáveis e hospitaleiras, o que não ocorre em outros países. É muito bom desenvolver o espírito de voluntária”.

 

Para a baiana de acarajé, Norma Dias, a participação na Arena foi muito positiva. “A gente lutou muito para chegar até aqui. A decisão de participarmos na Copa das Confederações é um sinal de respeito à cultura baiana. Bom seria se pudéssemos trabalhar na arena nos jogos que são realizados durante todo ano”, afirmou.

 

Os órgãos públicos também ganharam benefícios com o trabalho desenvolvido durante os jogos. ”Esse evento é muito importante porque deixa um legado tanto em relação à estrutura, quanto para o serviço. Ajuda no trabalho do dia a dia, dando uma visão mais ampla, experiência e bagagem para atuar em grandes eventos. Já trabalhamos no carnaval, mas aqui a concepção é muito maior, pois há integração de órgãos municipais, estaduais e federais. Estamos nos aprimorando para receber a Copa do Mundo, em 2014”, salientou o guarda municipal, Fábio Cerqueira.

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608