A Copa das Confederações mal terminou e os voluntários já pensam em aproveitar a experiência adquirida no torneio para atuar na Copa do Mundo do ano que vem. O casal Jane Silva e Elio Nunes Ferraz, que auxiliou os torcedores no Rio de Janeiro, é um exemplo. “Nós estamos bem animados com a possibilidade de ajudar ainda mais nossa cidade e o país”, conta Elio. Jane já pensa em outros eventos esportivos. “Minha ideia é ser voluntária também nos Jogos Olímpicos de 2016. É uma experiência tão legal, que vou tentar repetir sempre que tiver grandes eventos”, diz.

 

Já o carioca Luís Carlos Serafim quer aproveitar a atuação para estudar o voluntariado. “Sou historiador, e vou, como próprio voluntário, analisar como está sendo formada essa cultura no Brasil. A atuação na Copa do Mundo vai ser essencial para o meu estudo. Além disso, atuando, quero mostrar para os turistas estrangeiros a cara do Brasil pela ótica carioca”, analisa.

 

Quem já é veterana em grandes eventos e também pretende atuar na Copa do Mundo é Mariza Gama Azevedo, voluntária do Centro Aberto de Mídia no Rio de Janeiro. Ela foi voluntária nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007, Copa das Confederações da FIFA e agora quer participar da Copa do Mundo. “A melhor experiência é o grupo que se forma, as amizades que a gente faz em um evento como esse. Quero dar prosseguimento a isso na Copa”, explica.

 

A voluntária Josethe Ferreira Sobrinho encarou a Copa das Confederações como uma preparação para o a Copa do Mundo. “Nada mais justo que querer continuar atuando na Copa, não é? Cidades, visitantes e jogadores. Esperem por nós, pois estaremos aqui”, promete.

 

As inscrições do Brasil Voluntário serão reabertas em breve, no site. Os voluntários que já se inscreveram não precisam fazer um novo cadastro, basta continuarem acessando e participando da rede social e portal do Brasil Voluntário. O processo seletivo irá recrutar ainda mais voluntários para atuar nas doze cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

Fonte:  Brasil Voluntário / Portal da Copa 

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608