A construção civil é um dos setores que mais se beneficia com as oportunidades geradas pela Copa do Mundo da FIFA 2014 no Brasil. A reconstrução da Arena Fonte Nova, em Salvador, que será palco de seis partidas do mundial, gerou negócios para pelo menos cinco micro e pequenos empresários. Raymundo Dórea é um deles: ele faturou com a produção de pisos para o estádio, estacionamento e obras para a Copa.

O empresário começou o negócio em 2009, antes de Salvador ter sido escolhida como uma das sedes do Mundial. Ele ingressou no programa Sebrae 2014, criado para identificar as oportunidades de negócios geradas pelo megaevento. Raymundo Dórea teve apoio do Sebrae e faturou cerca de R$ 560 mil com as obras na Fonte Nova.

No litoral norte da Bahia, a empresa também participa da obra do Centro de Convenções, chamado Arena Sauípe, sede do sorteio dos grupos da Copa, a ser realizado em dezembro de 2013. Todo o piso do local foi feito pela empresa de Raymundo Dórea e agora recebe os últimos retoques antes da entrega.

A colocação do piso rendeu R$ 200 mil para o empresário. O concreto foi feito com uma técnica inovadora, que envolve a mistura de fibra sintética estrutural e fibra de vidro. Ela barateou o custo da obra em 20%, reduziu o tempo de trabalho e lançou a empresa no competitivo mercado de construção de estádios em todo mundo.

Fonte: Sebrae / Portal da Copa

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608