A revista alemã DBZ, especializada em arquitetura, deu destaque ao projeto da Fonte Nova, estádio que vai receber seis jogos da Copa 2014. A reportagem de seis páginas está na edição de julho deste ano. 

 

O projeto da nova arena é fruto de uma parceria entre um escritório paulista --a Tetraarq Projetos, conhecida por trabalhos em estações de metrô --e um alemão, a Schulitz Architektur, responsável pelo projeto do estádio de Hannover, usado na Copa de 2006.

 

“Tínhamos um enorme desafio de transformar um dos piores estádios brasileiros em uma sede de Copa do Mundo.  Conseguimos criar um estádio moderno sem que suas características originais fossem perdidas”, disse Marc Duwe, arquiteto responsável pelo projeto da Fonte Nova e diretor da Tetra Arquitetura.

 

Principal publicação da Alemanha no setor, a DBZ lembrou que o projeto foi o único escolhido por meio de um concurso. O fato deu-se após o acerto da parceria no final de 2006. O processo de concurso público para a escolha do escritório de arquitetura ocorreu apenas em Salvador. No total, eram 30 critérios de avaliação.

 

O projeto começou a ser elaborado em maio de 2008. A conclusão ocorreu dois meses depois. O resultado, por sua vez, foi divulgado em setembro do mesmo ano.

 

Outro ponto abordado na publicação foi o aspecto de sustentabilidade e economia de materiais durante a obra. Implodido em agosto de 2010, a Fonte Nova foi reerguida em 31 meses e custou R$ 591,7 milhões. Na Copa das Confederações, o local foi palco de três partidas.

 

Fonte: Secopa Bahia 

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608