Um espaço aberto em que o poder público pôde ouvir as demandas da comunidade. Essa foi a definição que o gestor do Escritório Municipal da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 | Salvador cidade-sede (ECOPA), Leonel Leal, deu ao Fórum Sussuarana na Copa 2014, realizado nesta sexta-feira, 07, no Fórum Teixeira de Freitas, no Centro Administrativo da Bahia.

 

Na ocasião, o gestor apresentou aos moradores da região as ações que a administração municipal vem desenvolvendo com vistas à Copa do Mundo, prezando pela construção coletiva de legados que contribuirão para a melhoria de Salvador. Além disso, parabenizou a iniciativa do Grupo de Apoio às Causas Culturais e Sociais de Sussuarana (GACCSS). "É a partir da audição das comunidades que o poder público vai poder elaborar propostas mais adequadas de preparação da cidade para o mundial", disse Leal.

 

O evento contou também com diversas apresentações culturais do bairro, como a dança das alunas da Escola Global, a poesia do artista Sandro Sussuarana, líder do Movimento Jovem do bairro, e a participação banda de hip hop Guetoa, que fechou o evento cantando músicas com temáticas políticas e sociais.

 

Além do gestor municipal, estiveram presentes os vereadores Sandoval Guimarães e Alemão, o diretor da Central de Planejamento e Acompanhamento das Ações de Descentralização Administrativa (CEPAD), Renildo Marcelino dos Santos, o coordenador de Promoção e Eventos da Secopa, Márcio Lima, o presidente do GACCSS, Alex Sousa, a coordenadora da Central Única das Favelas de Sussuarana (CUFA), Danúbia Santos,  e o ex-secretário municipal de Educação, Carlos Soares.

 

Entre as reivindicações dos moradores locais, destaca-se a necessidade de revitalização dos campos de lazer do bairro de Sussuarana. Sobre isso, Leonel Leal se comprometeu em interagir com os órgãos municipais e o governo estadual para que o problema seja solucionado. “A Copa do Mundo tem a capacidade de mobilizar movimentos sociais, comunidades, escolas, instituições religiosas, entre outros, para debater sobre a preparação da cidade. É positivo que o poder público possa não apenas falar, mas ouvir o que a população tem a dizer sobre a sua comunidade”, finalizou Leal.

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608