No próximo domingo (22), Dia Mundial sem Carro, a Prefeitura de Salvador inaugura as primeiras estações de compartilhamento de bicicletas e o primeiro circuito de ciclofaixas (Campo Grande – Centro Histórico) que integram o Movimento Salvador vai de Bike. No sábado (21), o prefeito ACM Neto lança oficialmente o movimento, fruto de uma parceria do Executivo municipal com a empresa Serttel e o Itaú. A apresentação à imprensa será em coletiva no Cine Glauber Rocha, na Praça Castro Alves, a partir das 9h. No local, o prefeito vai apresentar uma das estações e as bicicletas.

O objetivo é incentivar o uso de bicicletas na cidade, buscando impactar positivamente a mobilidade urbana, bem como difundir uma cultura de sustentabilidade entre os soteropolitanos, através do estímulo à utilização de transportes alternativos não poluentes e à consequente redução da emissão de gases nocivos à saúde.

Buscando a aceitação e adesão pela população, a iniciativa atua em diversas frentes, que são: implantação de 40 estações públicas de compartilhamento de bicicletas e circuitos de ciclofaixas de lazer e turismo; ações de educação e conscientização, a exemplo da realização de eventos e atividades pró-uso de bicicletas; implantação e requalificação da infraestrutura cicloviária e dos bicicletários; e políticas públicas voltadas para o setor e para o desenvolvimento econômico, por meio do estimulo aos chamados “bike negócios”.

O programa é desenvolvido pelo Escritório Municipal da Copa do Mundo da FIFA (Ecopa), em parceria com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Transportes (Semut) e a Superintendência de Trânsito e Transporte (Transalvador). Além disso, o projeto conta com a participação da Secretaria da Cidade Sustentável (Secis), da Superintendência de Controle e Ordenamento do Solo do Município (Sucom), da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), da Superintendência de Conservação e Obras Públicas de Salvador (Sucop) e da Empresa Salvador Turismo (Saltur).

Sistema - O Sistema Público de Bicicletas Compartilhadas consiste na instalação de estações inteligentes em locais estratégicos da cidade, conectadas a uma central de operações via wireless, por rede GSM e 3G. Serão alimentadas por energia solar e estarão conectadas à Central de Controle 24h por dia. Em Salvador, o uso do sistema será praticamente gratuito. O usuário deverá arcar apenas com o credenciamento anual, no valor de R$10, valendo-se do serviço ao longo de 12 meses, ou seja, sem a cobrança de tarifas diárias ou mensais, diferente do que ocorre em outras capitais.

Circuitos - Para incentivar ainda mais o hábito de andar de bicicleta, acontecerão também os Circuitos de Ciclofaixas de Lazer e Turismo, sendo o do Campo Grande - Centro Histórico, primeiro a ser inaugurado, funcionará no domingo das 7h às 16h. As ciclofaixas visam a oferecer à cidade uma opção de baixo impacto sobre o ambiente urbano, ao mesmo tempo em que contribuem para a valorização do patrimônio histórico e cultural da capital baiana. Para isso, foram identificados pontos estratégicos nos roteiros (praças, museus, monumentos históricos, paisagens), com o objetivo de incentivar a visitação, fortalecendo o turismo.

Implantação - O procedimento para seleção das empresas interessadas na prestação de serviços de implantação, operação e manutenção do Sistema de Bicicletas Compartilhadas e Ciclofaixas de Lazer foi realizado através de chamamento público, cujo resultado final foi divulgado em 30 de agosto, no Diário Oficial do Município. A empresa vencedora foi a Serttel Ltda, que possui grande expertise em atividades dessa natureza nos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Recife, entre outros. Salvador será a quinta capital brasileira a implantar o sistema e conta com a parceria do Itaú para viabilizar o projeto.

Saiba como utilizar o Sistema de Compartilhamento de Bicicletas

 

1° Passo: O usuário precisa se cadastrar no sistema pela Internet, no site www.bikesalvador.com. No cadastramento, será necessário efetuar o pagamento da anuidade, com valor R$10, através de cartão de crédito.

2° Passo: Para destravar a bicicleta, o usuário poderá ligar para o número 4062 7024, ou utilizar o aplicativo do Bike Salvador para smartphones, informando o número de identificação da estação e da bicicleta que deseja retirar. Em breve, será disponibilizada a destrava através do Salvador Card.

- As bicicletas estão à disposição dos usuários todos os dias da semana, de 6 às 22h.

- De segunda a sábado, o usuário poderá utilizar a bicicleta, sem custo, por até 45 minutos ininterruptos. Em seguida, o ciclista deverá devolvê-la em qualquer uma das estações da cidade. Caso deseje pedalar por mais tempo, deverá esperar um intervalo de 15 minutos para utilizar outra “magrela”. Esse procedimento pode ser repetido de forma ilimitada. Para usar a bicicleta por mais de 45 minutos ininterruptos, será cobrado o valor de R$5 por cada 30 minutos subsequentes.

- Nas ciclofaixas, que funcionarão aos domingos e feriados, os usuários poderão utilizar cada bicicleta por até 90 minutos ininterruptos, sem cobrança extra. Para usufruir por ainda mais tempo o ciclista, deve respeitar a regra dos 15 minutos, caso contrário, será cobrada a taxa de R$5 para cada 30 minutos seguintes.

- Para solicitação de informações e esclarecimento de dúvidas, o usuário poderá entrar em contato Central de Informações do Bike Salvador, via call center (4062-8077), que funciona diariamente, por dia.

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608