“Carrasco” da Seleção Brasileira nas Copas de 1998 e de 2006, o francês Zinedine Zidane afirmou que sem ele em campo, a equipe canarinho terá mais chances de conquistar o título mundial em 2014.

“Como não? Sim, mas o Brasil vai jogar em casa, para eles vai ser muito importante esse Mundial, como para nós em 1998”, declarou o craque na saída do hotel na Costa do Sauipe, na Bahia. O ex-jogador será assistente do sorteio final da Copa do Mundo de 2014, nesta sexta-feira (06.12).

O capitão do penta brasileiro, Cafu, também participará como assistente do sorteio, provavelmente, segundo ele, retirando as seleções cabeças de chave, alocadas no pote 1. O ex-jogador da Seleção concorda com Zidane, adversário nas Copas de 1998 e 2006.

“Sem dúvida nenhuma, o Zidane é um craque, uma referência da seleção francesa. Claro que quando ele não joga é sempre mais fácil”, disse o brasileiro.

Zidane e Cafu participaram desta quinta-feira (05.12) de coletiva de imprensa com os demais assistentes do sorteio, cada um representando um país campeão mundial: Hurst (Inglaterra), Kempes (Argentina), Mathäus (Alemanha), Hierro (Espanha), Cannavaro (Itália) e Ghiggia (Uruguai).

 

Fonte: Portal da Copa

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608