A Bahia continua tendo um grande movimento de turistas em janeiro. Dados da central de atendimento da Bahiatursa e da Secretaria do Turismo apontam que, do período de 29 de dezembro a 21 de janeiro, cerca de 4.240 visitantes foram atendidos, sendo 53% brasileiros e 47% estrangeiros.

O diretor de Serviços Turísticos da Bahiatursa, Weslen Moreira diz que há três meses a Empresa de Turismo da Bahia vem utilizando um dispositivo que mapeia todas as informações solicitadas e fornece um perfil dos turistas no Estado, seja em Salvador, Lençóis, Porto Seguro, Praia do Forte ou Paulo Afonso.

Tempo de permanência, materiais solicitados e atrativos demandados são alguns dos itens listados. “Isso é importante para que possamos orientar melhor nossas ações no que diz respeito à publicação de novos materiais ou detectar eventuais questionamentos feitos pelos turistas”, afirma Weslen.

 “Este resultado é fruto de todo um trabalho de promoção no mercado nacional e internacional que vem sendo realizado pela Bahiatursa. Os resultados desta pesquisa mostram que este trabalho está sendo bem conduzido”, avalia o presidente da Bahiatursa, Fernando Ferrero.

 PAÍSES - Os países que mais utilizaram esse serviço de informações foram França (14%) e Argentina (11%), dentre outros, como Alemanha (10%), Espanha (8%) e Estados Unidos (5%). Os turistas brasileiros não ficaram de fora: São Paulo teve o maior percentual, de 26%, seguido do Rio de Janeiro, com 12%.

As informações mais solicitadas estão entre transporte (28%), destino turístico (17%) e hotéis (13%). O tempo de permanência nos destinos varia de 1 a 10 dias, sendo que 20% do número de hóspedes permaneceram por três dias e 16%, por cinco dias.

 Depois do português (65%), o inglês (23%) foi um dos idiomas mais falados, seguido do espanhol (8%) e do francês (2%). Os destinos mais procurados são Salvador (60%), Praia do Forte (15%) e Morro de São Paulo (8%), para turismo de lazer (89%), turismo cultural e rural (cada um com 4%).

SATs – São três postos de atendimento ao turista na capital baiana. No Pelourinho (com 38% da prestação do serviço obtida nesse período), no Aeroporto Internacional de Salvador (32%) e na Rodoviária (18%). Em todos os Serviços de Atendimento ao Turista, os atendentes têm como línguas básicas o inglês e o espanhol.

 O Disque Bahia Turismo funciona 24 horas, diariamente. Para atendimento por telefone, é só discar +55 (71) 3103-3103.  Salvador é a terceira cidade turística mais visitada do país, de acordo com estudo da Demanda Turística Doméstica.

 Turistas aprovam

 Os turistas que utilizam os postos do SAT em busca de informações sobre a Bahia aprovam o serviço disponibilizado pela Bahiatursa. Nos SATs, é possível obter explicação sobre transportes, solicitação de mapas da Bahia com hotéis e pontos turísticos e indicações sobre praias e passeios mais requisitados, dentre outras informações. Tudo isso em até quatro idiomas.

 O estudante chileno Luis Javier, 21 anos,  é um dos que aprovaram os recursos disponíveis no SAT Aeroporto, onde buscou informações sobre as praias e saiu com um mapa em mãos, após ouvir orientações da atendente. O chileno veio com a família pela primeira vez a Salvador para passear nas  férias. “Tenho uma prima que mora na praia de Guarajuba, mas pretendo conhecer a Praia do Forte e Imbassaí. Espero que seja tão bom quanto é falado lá fora”, afirmou.

Eithan Josh, 30, músico australiano, com pretensão de ficar na Bahia por sete dias, ou mais, para sua viagem a passeio trouxe amigos do seu país de origem. “É a primeira vez que venho à Bahia, e pela recepção que tive, não será a última. Tenho amigos que moram em Barra Grande, de lá pretendo conhecer vários outros lugares. Espero que minha hospedagem em Barra Grande seja tão boa quanto o atendimento que eu tive aqui”, disse, referindo-se ao atendimento do SAT Aeroporto.

Vindo a trabalho, mas aproveitando para dar um passeio, o consultor de vendas Marcio Magalhães, 64 anos, foi trazido pela curiosidade de conhecer a Chapada Diamantina e procurou no posto do SAT informações sobre o destino. “Meu filho já visitou o local e me deu ótimas referências. Já sou aposentado, mas a Chapada parece ser um ótimo lugar para meu trabalho. É um lugar lindo e próspero”, disse.

 

Fonte: Secopa

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608