A rotina no entorno da Arena Fonte Nova começa a mudar nesta quarta, 21, quando a Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa) e o Comitê de Organização Local (COL) assumem a administração do estádio.

A rua Anfrísio Santiago (onde funciona a Contax) será bloqueada para a passagem de veículos e passa a ser usada exclusivamente pela Fifa. Essa é a única rua que permanecerá interditada no período de  21 de maio a 11 de julho. Nas demais, as barreiras  serão implantadas somente durante as partidas. 

Até o dia 13 - quando ocorre a primeira partida do Mundial em Salvador - a Fifa  começa a dividir os setores destinados à imprensa e a decorar e sinalizar o estádio. A entidade também começa a testar a rede elétrica, instalar a internet e receber os  produtos que serão comercializados na arena.

Jogos

Às 20h do dia anterior às partidas, a avenida Presidente Costa e Silva (em frente ao Dique) será interditada. As demais vias - avenida Vasco da Gama, ladeira do Desterro, rua da Mouraria, rua Professor Hugo Baltazar da Silveira, rua Boulevard América, acesso ao viaduto Rômulo Almeida, ladeira da Independência, avenidas Joana Angélica e Castelo Branco - serão bloqueadas cinco horas antes dos jogos e liberadas uma hora depois.

Desde a última segunda, 12, os moradores das ruas que estão dentro do perímetro de isolamento da Fifa podem solicitar credencial para circular nessas áreas no site da Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador).

Alguns deles alegaram, entretanto, que  não estão conseguindo completar o cadastro. "Eu digito o CEP  e o sistema não habilita. Não sei o que fazer", reclamou  Antônio Oliveira, 46, que mora na ladeira da Fonte das Pedras.

A Transalvador orienta a quem tiver problemas com o credenciamento entrar em contato por telefone ou comparecer à sede do órgão, nos Barris. De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, o serviço de atendimento personalizado chamado "Fale conosco" será disponibilizado no site.

Ambulantes

Segundo Rosemma Maluf, titular da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), no período em que não houver jogo a rotina dos ambulantes não será alterada. "Eles vão poder vender. Nos dias em que houver partida, entretanto, só poderá vender quem tiver licença, e somente nos locais autorizados", afirmou.

Segundo ela, 500 vendedores serão credenciados e receberão equipamentos e coletes padronizados.

Só será permitido vender bebidas de patrocinadores e acarajé em locais como o entorno do Dique, a ladeira do Desterro e a avenida Joana Angélica. "Estamos em fase de licenciamento", disse.

 

Fonte: A tarde

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608