Trinta e oito crianças francesas, descendentes de angolanos, camaroneses, portugueses, argelinos, senegalês e brasileiros, interagiram com 30 crianças da Escola Municipal Francisco Leite, do bairro de Águas Claras, comprovando que a linguagem do esporte é universal e consegue driblar todas barreiras. As atividades tiveram início na quarta-feira (18), no Sesc Piatã, e prosseguem nesta sexta-feira (20), com passeio pelo Centro Histórico e presença na partida França x Suíça, na Arena Fonte Nova.
Durante toda a quarta-feira, os franceses - moradores dos subúrbios daquele país - e os alunos da rede municipal disputaram partidas de futebol, basquete e handebol, além de brincar na cama elástica e se divertirem piscina. No fim da tarde, eles ainda assistiram e participaram da roda de apresentação dos grupos de capoeira do Mestre China e do Mestre André. Os franceses ainda trouxeram camisas e bonés de presentes para os brasileiros como forma de agradecer a recepção.
 
João Santos, 14 anos, que é português, mas mora na França desde muito cedo, era um dos mais entusiasmados com a experiência no Brasil. “Esta é primeira vez que venho pra cá, estou gostando muito de tudo, da capoeira, de jogar bola e de fazer amigos", disse o jovem. “Eles falam diferente, mas isso não atrapalha na hora de jogar bola. O João também conseguia traduzir as coisas pra gente. Eles são muito bons de bola e foi um dia muito legal”, comemorou Breno Almeida, de 12 anos, aluno da rede municipal.
Esse intercâmbio é o resultado da parceria entre o Sport’a Vie, por meio do Projeto Sambola, e a Secretaria Municipal da Educação (Smed), por meio da Diretoria Geral de Esportes e Lazer (Dgel). O objetivo é promover a troca de experiências esportivas, recreativas e culturais, com socialização dos jovens e utilização o esporte como instrumento de desenvolvimento do conhecimento de valores morais e sociais. 
 
"Hoje eu voltei a ser criança. Me senti muito bem jogando bola com esses meninos e foi melhor ainda vê-los trocando idéias, mesmo falando línguas diferentes. Foi uma troca muito proveitosa, tenho certeza que todos vão levar uma lembrança boa daqui”, disse Nicolas Muniz, coordenador do Sambola.

 

Agecom

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608