O estádio de Pituaçu, em Salvador, recebeu o ‘Selo Solar’, entregue pelo Instituto para o Desenvolvimento da Energia Alternativa na América Latina (Ideal), nesta terça-feira (19.11), ao governo da Bahia. A certificação reconhece o projeto implantado no local que usa um moderno sistema de aproveitamento da energia do sol.

Provável Campo Oficial de Treinamento (COT) da Copa do Mundo de 2014, o estádio conta com um sistema fotovoltaico de 400 kWp de potência na cobertura e nos estacionamentos. O sistema foi custeado pela Coelba, com contrapartida do governo do estado e participação do Fundo Nacional de Eficiência Energética, gerido pela Aneel. O investimento total foi de R$ 5,5 milhões.

O governo do estado informa que os painéis solares proporcionaram, entre abril de 2012 e setembro de 2013, uma economia global da ordem de R$ 222 mil. O excedente do que é produzido no estádio é lançado na rede de distribuição da Coelba. O valor do que é aproveitado é abatido da conta de energia das sedes das Secretarias do Trabalho (Setre) e da Administração (Saeb), que ficam no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

A cerimônia teve a presença do secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, do presidente do Intituto Ideal, Mauro Passos, e do superintendente de Desportos da Bahia, Raimundo Nonato Bobô. De acordo com Vasconcelos, “além de um reconhecimento, o selo é um incentivo para que outras iniciativas como essa sejam adotadas”.

O presidente do Instituto Ideal destacou que o selo é uma forma de estimular e divulgar a utilização de energias limpas, principalmente a energia solar. “Essa é a única forma de energia que pode ser gerada e consumida no mesmo lugar, isso é uma coisa revolucionária, porque não há necessidade de linha de transmissão, problemas de queda de tensão e uma série de questões. É a energia do futuro e a Bahia sai na frente de forma pioneira”.

 

Fonte: Portal da Copa

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608