Concentrando esforços para a Copa do Mundo, a secretaria estadual de saúde de Minas Gerais vai preparar 180 profissionais dos Serviços de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) das 12 cidades-sedes do evento. O objetivo é capacitar os trabalhadores para avaliar os riscos e prestar atendimento médico/ hospitalar a pacientes expostos a agentes químico, biológico, radiológico e nuclear.

A capacitação será realizada no Centro de Desenvolvimento Tecnológico e Nuclear da UFMG, em Belo Horizonte, entre os dias 03 e 06 de fevereiro. Segundo o Coordenador Estadual de Urgência e Emergência de Minas Gerais, Rasível dos Reis Santos Júnior, os profissionais que serão treinados pelo curso serão replicadores dos conhecimentos nas cidades de origem, formando uma rede interligada para enfrentar as situações de risco biológico durante o evento esportivo.

“A atuação em eventos de massa, como a Copa do Mundo exige profissionais de urgência e emergência aptos para identificar e manejar materiais perigosos. Por isso, o objetivo é capacitar a equipe de médicos e enfermeiros para atuar no atendimento pré-hospitalar de vítimas de agentes da natureza QBRN, sigla para química, biológica, radiológica e nuclear”, explicou.

Para Rasível dos Reis Santos Júnior, este é um momento ímpar, quando os profissionais de todas as Cidades Sedes da Copa serão capacitados no tema QBRN, criando mais um legado importante para a população do nosso país.

 

Fonte: Secopa

Compartilhar
Av. Joana Angélica, n.° 399, Ed. Fernando José - Nazaré, tel: 55 71 3202-3602 / 3202-3608